A sustentabilidade não é apenas uma questão do que está em moda, mas uma responsabilidade social. Por isso, a construção civil a cada dia abraça mais essa ideia.

Com isso, mobílias recicladas vêm despontando nas decorações mais arrojadas. Equipamentos inteligentes, como torneiras e chuveiros com sensores, também são tendência nesse momento.

O objetivo da construção verde é adotar o máximo possível de matéria-prima reutilizada e de técnicas inovadoras para promover um consumo moderado de recursos naturais.

Na prática, o imóvel em que se respeita o meio ambiente, além de mais econômico, proporciona mais qualidade de vida e bem-estar. Quer saber como conquistar um apartamento sustentável de verdade? Então acompanhe as dicas deste artigo!

1. Luz natural

Projetos que favorecem a iluminação solar natural são uma inclinação entre os principais designers e arquitetos do momento. Janelas amplas e bem dispostas oferecem ótima circulação de ar, acabando de vez com o risco de cheiro de mofo.

Para quem aprecia a beleza do design de interiores, essa ideia cai como uma luva. Isso porque o visual garante toda a sofisticação de um clima clean com a claridade. Assim, visitantes e moradores desfrutam de um ambiente mais acolhedor. Ou seja, esse tipo de medida ajuda a reduzir o estresse, além de trazer mais conforto e qualidade para o seu apartamento.

Afinal, é inegável a sensação de bem-estar em um recinto em que há boa incidência da luz. Sem falar que a família poupa gastos com o ar-condicionado no verão e, no inverno, pode deixar os aquecedores desligados por mais tempo.

Vale lembrar que a iluminação natural também é ótima para a saúde, uma vez que ela ajuda o organismo a produzir a vitamina D.

2. Iluminação em Led

Outra boa alternativa em termos de poupar energia em um imóvel é substituir as lâmpadas fluorescentes e incandescentes por modelos LED.

As luzes de LED duram mais e gastam até 70% menos energia. Quem fizer a troca das luminárias em todos os cômodos, recupera o investimento da compra das lâmpadas em apenas um semestre. Não só no interior do apartamento, a troca de lâmpadas nas áreas comuns também desperta o interesse das construtoras e dos clientes para redução dos custos com o condomínio.

3. Paredes e telhados verdes

Uma tendência da construção sustentável são as paredes e os telhados verdes. Nesse tipo de intervenção, são feitas verdadeiras obras de arte paisagísticas em cima do telhado do edifício ou mesmo em uma de suas laterais.

O efeito visual é incrível e valoriza consideravelmente o imóvel. Nessa técnica, são sobrepostas camadas com substratos e é feito um isolamento impermeável. Com isso, a acústica fica mais isolada, afastando da parte interna ruídos de alta e baixa frequência. Outro bom resultado é que a temperatura se torna mais amena, uma vez que as plantas funcionam como um escudo contra o excesso de calor.

4. Horta e Pomar Coletivos

Manter hortinhas em pequenos canteiros também é uma ideia que agrada bastante em condomínios de apartamentos. Nos espaços disponibilizados pela construtora, você pode cultivar produtos como manjericão, salsinha, orégano, pimentas, entre outros.

Além de dar um charme especial para o condomínio, essa medida pode ser o primeiro passo para mudar de vida e manter hábitos mais saudáveis. Afinal, você terá como utilizar temperos frescos e sem agrotóxicos.

5. Equipamentos inteligentes

A tecnologia também tem sido aliada da construção ecológica, o que garante muita sustentabilidade em apartamentos. É possível, por exemplo, aderir a equipamentos inteligentes como as torneiras com sensores.

Além de uma estética moderna, elas economizam até 70% de água e podem ser instaladas em pias de sanitários, lavabos, áreas gourmet, cozinha etc. Essas estruturas colaboram com a ideia de que a água é um bem finito e que, portanto, precisa ser consumida com moderação.

Também é viável instalar no imóvel chuveiros com acionamento automático, que interrompem o fluxo de água quando não reconhece em seus sensores a presença humana.

6. Energia solar fotovoltaica

A energia fotovoltaica gerada a partir da luz do sol permite obter eletricidade limpa, quanto mais radiação solar houver, maior será a energia gerada por esse método.

Células fotovoltaicas, geralmente à base de silício ou outro material que seja semicondutor, são aplicadas nesse processo. Quando os raios solares as atingem, os elétrons do semicondutor são colocados em movimentação. Dessa forma, é possível obter energia com menos recursos financeiros e naturais.

7. Sistemas de reuso da água

Outra grande questão em termos de ecologia em apartamentos é o método para reaproveitar a água da chuva para outras atividades. Dessa forma, os melhores empreendimentos têm sistemas que captam o líquido e o aplicam para molhar o jardim, por exemplo, o que proporciona economia na irrigação das plantas. Além disso, é possível reutilizar essa água para vasos sanitários da área de lazer.

Por falar em economia de água, mais um ponto importante são os pisos com revestimentos permeáveis. Além de ajudar na captação de chuva, absorvendo-a, eles permitem que ela possa passar por tratamento. Dessa forma é que se torna viável fazer o reuso. Isso sem contar que esse tipo de pavimento contribui para evitar enchentes, já que impede o acúmulo de grandes volumes.

Como você já deve ter notado, a sustentabilidade em apartamentos tem se tornado preocupação de muitas pessoas. Com ela, você conquista bem-estar e conforto para a família e, ainda por cima, garante certo charme na decoração.

Assim, você vai ter um ambiente agradável para receber os amigos e, ao mesmo tempo, cumprir com a responsabilidade ecológica. Gostou do nosso post e quer saber mais sobre o assunto? Então curta a nossa página no Facebook!