Sustentabilidade / 17 de maio 2021

Vida sustentável: já refletiu sobre seus impactos no dia a dia?

Adeptos de um estilo de vida sustentável tentam reduzir ao máximo o consumo de recursos naturais. Evitam a emissão de gás carbônico na atmosfera por meio do uso de transporte alternativo e sustentável como as bicicletas; diminuem o gasto de energia elétrica e controlam, inclusive, a própria dieta, uma vez que o consumo desenfreado de determinados alimentos como as carnes pode impactar o meio ambiente e a cadeia produtiva.

Defensores da vida sustentável buscam conduzir suas vidas em consonância com a sustentabilidade, o equilíbrio natural e o respeito pelo relacionamento entre a humanidade e o meio ambiente. A prática e a filosofia geral desse estilo de vida estão relacionadas com os princípios gerais do desenvolvimento sustentável.

Trata-se de um conceito sistêmico no qual o foco é a preocupação com a natureza, mais especificamente a extração de matéria-prima dela. O termo foi usado pela primeira vez em 1987, no Relatório Brundtland, elaborado pela Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, criada em 1983 pela Assembleia das Nações Unidas.

A definição mais usada para o desenvolvimento sustentável é “o desenvolvimento que procura satisfazer as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazerem as suas próprias necessidades, significa possibilitar que as pessoas, agora e no futuro, atinjam um nível satisfatório de desenvolvimento social e econômico e de realização humana e cultural, fazendo, ao mesmo tempo, um uso razoável dos recursos da terra e preservando as espécies e os habitats naturais”.

Este modo de viver implica não só em decisões radicais como parar de andar de carro ou de consumir carne, tem a ver também com gestos do dia a dia que fazem a diferença. Afinal, uma gota de água no oceano é só uma gota, mas o que seria do oceano sem ela?


Agricultura urbana orgânica

Já pensou em ter sua própria horta em casa ou até mesmo na varanda do apartamento? Você pode adubar pequenos vasinhos e cultivar hortaliças, verduras temperos e até frutas. Que delícia preparar o jantar com ingredientes fresquinhos e naturais, livres de agrotóxicos e colhidos diretamente da sua horta!

Se você já tem este hábito, parabéns! Você é adepto de um conceito dentro da vida sustentável chamado de agricultura urbana orgânica, mais saudável e sustentável que a agricultura convencional. A agricultura urbana orgânica elimina a necessidade de deslocamento dos alimentos, muitas vezes longo, entre o produtor e o vendedor e garante que eles cheguem à mesa do consumidor sem nenhum tipo de veneno de pragas e outras substâncias nocivas à saúde.

Além disso, leva-se em conta o percurso do alimento in natura até a prateleira do supermercado; de lá para nossas casas, são gastos combustível, mão de obra e espaço para alocação. Por conta de incidentes no transporte ou pelo tempo de maturação no armazenamento, uma parte dos produtos acaba, ainda, estragando e ficando inviabilizada para o consumo. Vamos refletir melhor sobre nossos hábitos do dia a dia?

Esse artigo foi útil pra você? Continue acompanhando nosso blog para mais dicas!


×

SIMULAÇÃO DE INVESTIMENTO

Avalie qual tipo de investimento tem o melhor rendimento

Capital investido

Aplicação financeira (considerando o valor de aquisição do imóvel)

Investimento Imobiliário

PREVISÕES DE RENTABILIDADE

Aplicação Financeira

Taxa de Rentabilidade Líquida*
(% a.a.)

0,0%

Rendimento Líquido*
(R$ em 12 meses)

R$ 0

Investimento Imobiliário

Taxa de Rentabilidade líquida*
(% a.a.)

0,0%

Rendimento Líquido*
(R$ em 12 meses)

R$ 0