É possível encontrar diversas dicas de decoração na internet. E, com tantas informações compartilhadas, existem ideias para todos os gostos. O jardim suspenso para apartamentos é um exemplo. Indicado para quem deseja ter um cantinho verde mesmo sem contar com um amplo quintal, ele se tornou uma tendência de decoração.

Confira, neste post, o que é esse tipo de jardim, como montá-lo e quais são as suas vantagens e desvantagens. Vamos lá?

O que é um jardim suspenso?

O jardim suspenso é instalado de modo vertical, pendurada no teto, em uma parede ou até mesmo em uma escada. Ele foi pensado para aproveitar da melhor maneira possível o espaço do imóvel, principalmente de apartamentos com áreas externas pequenas.

Esse tipo de jardim também é caracterizado pela praticidade, considerando a reunião de todas as plantas em um só local. Vale ressaltar que a sua instalação também pode ser feita em ambientes internos, como um corredor e uma sala de estar.

A grande sacada do jardim suspenso é fornecer meios para que todos possam montar o próprio cantinho verde em casa, seja ela grande ou pequena, com ou sem área externa.

Quais são as melhores plantas para esse tipo de jardim?

São diversas as plantas que podem ser utilizadas em um jardim suspenso, considerando as poucas contraindicações existentes. Por isso, antes de partir para as compras, pesquise sobre plantas que não apresentem raízes muito extensas, por conta do local onde serão plantadas.

Também é importante eleger as mudas a partir da luminosidade da área de instalação do jardim suspenso: plantas que gostam de sol se tornam muito fracas em uma região com pouca luz (como o corredor do apartamento). E, em caso contrário, plantas que gostam de baixa luminosidade ficam queimadas e com aspecto amarelado se forem expostas à luz solar.

Os cactos e as suculentas, por exemplo, requerem bastante sol para o seu bom desenvolvimento, em contraposição às folhagens e às samambaias, que gostam de pouca luz. Como meio-termo, chamadas de plantas de meia sombra, estão as bromélias e as orquídeas, espécies mais finas e delicadas.

Por isso, essa escolha é bastante pessoal e depende, em grande parte, do gosto dos moradores. Porém, as preferências de cada planta devem ser levadas em consideração. Lembre-se: essa dica vale a sobrevivência do seu jardim suspenso!

Quais são as vantagens e as desvantagens de ter um jardim suspenso?

As vantagens

A 1ª vantagem do jardim suspenso é a possibilidade da sua construção mesmo em ambientes pequenos, o que torna essa ferramenta bastante acessível.

Ele também é moldável ao gosto dos moradores, podendo ocupar uma parede inteira, metade dela ou apenas uma pequena parte, com poucas mudas de espécies diferentes.

Em termos práticos, o jardim suspenso funciona como uma barreira ao som, absorvendo ruídos do trânsito e outros barulhos do dia a dia. Ou seja, age como um ótimo aliado ao controle sonoro.

Os seus benefícios também estão relacionados à temperatura do local, já que regiões com mais verde têm um clima mais agradável.

As desvantagens

Por outro lado, a irrigação e a drenagem nesse tipo de jardim é um ponto importante a ser analisado, considerando o seu aspecto vertical. A sua 1ª desvantagem é a maior facilidade de ocorrerem vazamentos ou infiltrações.

A dificuldade de renovação do solo também surge como um ponto negativo na montagem dos jardins suspensos.

Como o mesmo solo pode ser usado para diversas mudas, dispostas em um mesmo recipiente, trocar a terra acaba se tornando mais difícil. A consequência disso é a diminuição dos nutrientes, o que pode prejudicar o desenvolvimento das plantas.

Como montar um jardim suspenso para apartamentos?

Ditos os aspectos mais importantes sobre o jardim suspenso para apartamentos, agora chegou o momento de aprender a montá-lo. Anote as nossas dicas e arregace as mangas. Vamos lá:

Escolha o local de instalação

A 1ª etapa é escolher a área em que o jardim suspenso será instalado: na varanda, no corredor ou na parede do escritório, por exemplo.

Também é importante medir a área escolhida para receber a instalação do jardim, a fim de que não sejam compradas mudas em excesso ou em escassez.

Defina o tipo de suporte

Em seguida, o suporte deve ser definido.

Ambientes rústicos pedem a utilização dos chamados pallets. Locais amplos, por sua vez, podem ter uma escada como suporte para o jardim suspenso. Já em áreas pequenas, o jardim suspenso pode ser instalado com cordas ou fios de náilon.

Nesse último tipo, é possível instalar vasos de cerâmica em sua extensão ou recipientes de plástico. Até mesmo canos de PVC acabam cumprindo bem a missão de funcionar como jardim suspenso.

Eleja as plantas de sua preferência

O 3° momento é eleger as plantas a serem utilizadas. Lembre-se da dica já mencionada neste post: a partir da área escolhida para a instalação do jardim suspenso (interna ou externa), adquira plantas que se adequem à luminosidade da região.

Realize o plantio

Para a realização do plantio, compre:

  • um pacote de terra;
  • um instrumento para a drenagem do vaso; e
  • um condicionador de solo.

Como opções para a drenagem, a argila ou o isopor funcionam como boas dicas.

Coloque no recipiente o objeto para a drenagem do vaso, adicione a terra e o condicionador. Plante a muda escolhida, preencha com mais terra para firmá-la e regue o seu novo vaso.

Prepare-se para a manutenção

A manutenção pede constância e a utilização de adubos, para garantir o melhor desenvolvimento das plantas.

Regar ou não o jardim suspenso com frequência também depende das espécies plantadas e influencia diretamente o crescimento das mudas escolhidas, além da necessidade de renovação da terra de tempos em tempos.

Por isso, a manutenção deve ser feita com cuidado e paciência e requer conhecimento sobre as preferências de cada planta. Se estiver em dúvida, consulte um profissional da área e garanta a beleza do seu jardim suspenso!

São diversas as maneiras de poder contar com um cantinho verde na sua residência, principalmente a partir das várias dicas existentes na internet. Se você sente falta de plantas na sua casa, anote as nossas dicas e instale agora um jardim suspenso para apartamentos. A sua casa agradecerá!

Gostou deste post? Então compartilhe-o nas suas redes sociais!